quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Troca de Lâmpada do Projetor Sanyo PLV-Z5 (projector lamp replacement)

Fazia tempo que eu não realizava uma manutenção em casa. Não dessas diferentes em que não se usa a furadeira.

Então, depois de mais 6 anos de uso, precisei trocar a lâmpada do projetor. Diga-se de passagem uma bela discussão na época.

Comprei esse projetor Sanyo PLV-Z5 em 2006 e essa é a segunda vez que tenho que trocar a lâmpada. Na época escutei frases como "você está fazendo uma loucura, as lâmpadas duram pouco e custam quase o preço do projetor" ou "você tem que comprar uma TV de plasma (era o que tinha na época) que dura pra sempre e você não vai se arrepender como com esse projetor".

Bom, o resultado é que eu gastei R$ 260 em 2011 e R$ 300 agora pra comprar as lâmpadas pelo eBay, já considerando todas as taxas alfandegárias.

E, diga-se de passagem, algumas das primeiras TV de plasma tinham problema de aquecimento e principalmente consumo (não sei se esse último melhorou). Nunca esqueço de um cara de uma assistência técnica de Curitiba comparando as plasma com ferro de passar roupa "isso esquenta até queimar".

Mas esse post não é sobre isso. É para quem quer ter um projetor e, mesmo sendo de outra marca qualquer, quero estimular o Do It Yourself (faça você mesmo).

Retirada do suporte e limpeza (item opcional)

Limpeza já sem o suporte

Neste meu projetor, há duas tampas sendo uma para acesso à lâmpada e outra para limpeza interna. Veio um borrifador de ar junto com o projetor para esse tipo de manutenção.

Remoção da tampa de acesso à lâmpada

Detalhe do compartimento da lâmpada

Lâmpada de reposição do meu modelo. Cada projetor tem uma lâmpada específica

Lâmpada de reposição

Lâmpada de reposição na posição que será instalada - Imagem 01

Lâmpada de reposição na posição que será instalada - Imagem 02

A indicação para troca da lâmpada é feita pelo próprio projetor. Mas outros sinais, como menor intensidade (pouco perceptível) e falha de exibição por períodos mais prolongados (muito perceptível), são alguns sinais da necessidade da troca, além da indicação de troca do projetor.

Lâmpada antiga retirada (esquerda) e lâmpada nova (direita)

Compartimento de instalação da lâmpada vazio

Conector elétrico da lâmpada, que deve entrar alinhado com os conectores no fundo do compartimento

Na verdade não há muito com o que se preocupar com o alinhamento, deve-se apenas tentar descer a lâmpada no compartimento o mais nivelado possível. Não há folgas para que a lâmpada não se encaixe perfeitamente.

Compartimento da lâmpada. Lentes de passagem do foco de luz

Pressionar firmemente na parte dos conectores durante a descida da lâmpada

Parafusar novamente no local

Parafusar novamente no local

Após a instalação, no meu projetor, foi necessário que eu resetasse a contagem de horas da lâmpada. Verificar se o seu projetor tem essa mesma necessidade.

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

CNH Digital

Resolvi elaborar essa postagem para desmistificar um pouco o que a mídia vem falando sobre tirar a CNH digital.

Quando descobri que era possível ter a CNH diretamente no telefone celular, substituindo a CNH impressa, prontamente procurei saber o que deveria fazer para conseguir também.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Esconde Esconde com a Gabi

Esse post é daqueles pra descontrair. Foi numa tarde em Coqueiral-ES que resolvi gravar uma brincadeira com minha filha do tipo POV (point of view).

Perspectiva de alguém com 6 anos de idade olhando para a geladeira

 Acho que a experiência ficou bem bacana, tanto quando eu uso mas até mais quando ela usa, já que utilizei um suporte de cabeça para a GoPro, ela não tem a preocupação de enquadrar o que quer filmar, ficando muito mais natural.

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Proc Procv Proch - desmistificando as diferenças

Resultado de imagem para Excel

Hoje aprendi com um amigo do trabalho, duas novas (para mim) funções do Excel:
  • Índice
  • Corresp
Trataremos deles em post específico.

O que quero tratar aqui, é que ele utiliza estas duas funções conjugadas para obter um resultado semelhante à família PROC. E não é por ele não conhecer estas funções, mas sim por conhecer bem é que ele utiliza as outras duas para melhorar o desempenho destas funções PROC.

Fiquei pensativo a respeito das deficiências que o levaram a mudar a função e quero dar um panorama de utilização das PROC.

Armazém 7 - Conheça a loja em detalhes

Essa é daquelas que você ouve falar de alguém e depois do nada outra fonte fala da mesma coisa e você pensa: "É bom dar uma checada nessas coincidências."

Um amigo (o que está no vídeo), comentou sobre as lojas que recebem mercadorias resultado de estorno de clientes. Sabe aquele lance de você ter 7 dias para se arrepender das compras feitas pela internet? Então. Esse é o caso.

Acredito até que é o motivo do nome do local: Armazém... 7 (dias)... sacou? O nome ficou bom e, ao que parece, sem muito esforço.

Vou deixar o link para do site dos caras que vale muito a pena olhar antes. Lembrando que eles atualizam apenas 1 vez por semana (toda segunda). Perguntamos por um note que vimos no site e já tinham vendido.


sexta-feira, 27 de julho de 2018

Unbox Samsung Scoop Design Bluetooth

Não chega a ser um unbox todo profissional como os tradicionais, mas serve para se ter uma ideia de como a caixinha funciona.

Achei ela apenas com pontos fortes, muito bem acabada, excepcional o som pelo porte, tem médios graves e graves muito bons pelo tamanho. Não pensei que poderia ter um som assim, obviamente guardando as devidas proporções.

Bateria parece ter uma boa duração (ainda não tive que recarregar com 3 dias de uso leve) e usa conexão micro USB para carregamento.



Atividades Físicas - Considerações

Sempre evitei assuntos aqui neste blog que eu não estivesse relativamente confortável com o assunto. Que eu tivesse alguma base.

Sobre atividades físicas, apesar de eu sempre estar envolvido com uma ou outra atividade, nunca me entendi um expert no assunto e, por isso, nunca escrevi.

Mas fazendo um retrospecto, acredito que eu tenha sim alguma bagagem para ao menos dar meu ponto de vista sobre o assunto. Vejamos o que já fiz até o momento e que, imagino, muitos dos que lerem aqui também fazem ou já fizeram.


  • Andei de patins (4 rodas como um carro, não o in-line)
  • Andei de skate
  • Bicicleta 10 marchas (não montain bike) a qual me levava para todos os compromissos adolescentes durante a semana (escola, Karatê, mercado etc) e nos finais de semana, passeios e corridas com amigos
  • 2 anos de Kung-Fu, até meu professor sair da academia
  • Karatê, assim que saí do Kung-Fu com 11 anos, até 2007 (considerando o último ano que efetivamente competi) com 32 anos. Até me formar, nunca tive período de inatividade na modalidade
  • Jogava vôlei na rua de duplas com os amigos
  • Jogava queda de braço com os amigos na rua
  • Andei de carrinho de rolemã* (o verdadeiro exercício é subir a ladeira com os carrinhos)
  • Brinquei das mais diversas brincadeiras de rua
  • Fiz Judô por um tempo em uma das obras e fiz Jiu-Jitsu com um amigo em outra obra. Curtos períodos
  • Comecei a fazer trilha de moto em 2002

*Não quero ceder ao corretor e pronunciar 'rolimã'. Eu conheci, cresci e sempre falamos rolemã.