segunda-feira, 16 de julho de 2012

Um clássico revivido

Olá pessoal , depois de algum tempo sem postar, volto pra falar de um clássico; desses que levantam paixões e ódios, desses que fazem as pessoas levantarem bandeiras, estou falando do porco espinho mais famoso do mundo, você já deve saber de quem estou falando, sim, ele o azul, o veloz, Sonic.


Na década de 90 o mascote da Sega era o único que se atrevia a rivalizar com Mario, o mascote da rival Nintendo, e quem viveu aquela época sabe, ou se era fã do Sonic, ou se era fã do Mario,  e pra ser sincero, eu era fã do Mario, talvez pelo domínio da Nintendo ser um pouco maior que o da Sega,  foi com Mario a primeira oportunidade de explorar os –então–  belos gráficos dos consoles 16bits.



Mas, pra sorte de todos que gostam de uma boa jogatina virtual, a Sega deixou de fabricar consoles, o que permitiu a ela abrir seu personagens à outras plataformas e é nesse contexto que Sonic Generations veio até a mim, um dia, dando uma olhada nas promoções do site Nuuvem vi o jogo com 50% de desconto, e por módicos R$29,99 me vi obrigado a finalmente dar vez ao relegado Sonic.

E sinceramente, foram R$30,00 muito bem gatos, o jogo é uma comemoração aos 20 anos do porco espinho e mistura as duas fases do personagem, a primeira com Sonic Clássico dos gráficos 2D e a fase mais recente, onde Sonic Moderno, com uma aparência mais estilosa se aventurou por mundos em 3 dimensões.



Falando do Jogo em si, a Sega foi muito feliz em colocar toda a atmosfera do velho Sonic de 16bits nos padrões atuais, efeitos gráficos e sonoros remetem já nos primeiros passos à 1990, mas com toda a sofisticação dos games mais recentes, na história do jogo, os amigos do Sonic preparam uma festa surpresa para ele, -pra comemorar os 20 anos, imagina-se-  mas um vilão misterioso rapta todos os parceiros do porco espinho, é aí q a brincadeira começa, para avançar nas fases é preciso jogar o mesmo estagio tanto com o Sonic antigo, mais baixinho e gordinho, -em fases que lembram muito as fases 2D da época do megadrive-  como com o Sonic mais novo, em fases com formato mais recente, onde se olha o personagem em terceira pessoa, nos dois modos de jogo, a câmera freqüentemente muda de ângulo, para dar ênfase na ação.



A velocidade e ação características do jogo estão lá. Por vezes, Sonic é tão rápido que não dá tempo nem de apreciar os belos cenários feitos pelo Team Sonic, não são raras as vezes que se tem vontade de jogar a fase de novo só pra reparar em todos os elementos da paisagem, caminhos e itens ocultos também garantem horas de diversão.



E para não perder o trocadilho, é certo que Sonic andou dando umas derrapadas nos últimos títulos, mas em Sonic Genaretions a Sega acertou a mão, e agora com a grande vantagem de podermos acelerar no X-Box 360, PS3, PC e 3DS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Be cool" quando for escrever seu comentário. Seja construtivo!